Pescado é alimento rico em nutrientes e importante para dieta saudável

Pescado é alimento rico em nutrientes e importante para dieta saudável

04 de setembro de 2019

Utilizado na alimentação humana, o pescado se destaca na comparação com outras fontes animais por sua importância nutricional, sendo ótima opção para quem busca ter uma dieta mais saudável. Afinal, é conhecido por seu fonte de proteínas, se destacando pela qualidade e quantidade. Também costuma possuir baixo teor de gordura. Ainda conta com a presença de vitaminas, minerais e, principalmente ácidos graxos da família ômega-3.

São eles os lipídios eicosapentaenoico (EPA) e docosaexaenoico (DHA), sendo que o seu consumo está associado à redução do risco de doenças cardiovasculares e a funções importantes nas fases iniciais do desenvolvimento humano. 

Além disso, em relação às carnes de aves e vermelha - bovina e suína -, a fácil digestão e os benefícios provocados ao sistema cardiovascular são aspectos que favorecem o pescado, como aponta o nutricionista Marcello de Lima Baima, coordenador de Qualidade de Vida e Assistência Psicossocial da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa).

"A melhor digestibilidade está relacionada a estrutura das proteínas, que apresentam fibras mais curtas e menos tecido conjuntivo, facilitando a ação das enzimas digestivas, por esses fatores relacionados, o pescado apresenta a carne mais macia e necessita de menor tempo de cozimento", afirma Baima, também destacando a facilidade no cozimento do pescado como um fator que poderia intensificar o seu consumo.

"A indicação de maior consumo de carnes brancas (peixes e aves) em relação à vermelha está em associada ao tipo de gordura que ela apresenta. Os peixes apresentam menor quantidade de gorduras saturadas, que está relacionada ao risco de doenças cardiovasculares e maior teor de gordura insaturadas (mono e poliinsaturadas) em relação às outras carnes. As gorduras poliinsaturadas do tipo ômega-3 e ômega-6; e as monoinsaturadas, ômega-9; possuem propriedade funcionais como a redução da absorção do colesterol no intestino e propriedade anti-inflamatória. A quantidade destes nutrientes variam de acordo com a espécie, mas de maneira geral, há sempre vantagem do consumo de pescados em relação a outros tipos de carnes", acrescenta o nutricionista. 

O pescado também é, em geral, uma boa fonte de ferro, cálcio, fósforo, iodo e cobalto e ainda de vitaminas do complexo B, cujo conteúdo é comparável ao encontrado em carnes de mamíferos, e também de vitaminas A e D, no caso de peixes, como a sardinha, salmão e cavala, considerados mais gordurosos.

Assim, os pescados devem ser incluídos com uma frequência maior em nossa alimentação para que possamos nos beneficiar da qualidade nutricional que essa proteína possui.


Confira um comparativo das características nutricionais de alguns pescados com outros alimentos:


Alimento

Porção de 100g

CaloriasProteínaGordura totalGordura saturadaGordura monoinsaturadaGordura polisaturadaColesterol
Pescada branca111kcal16,3g4,6g0,8g2,4g0,9g51,8mg
File de tucunaré88kcal18g1,2g0,6g0,4g0,46g47mg
Peito de frango135kcal20,5g5,2g1,1g1,3g-56mg
Lagarto bovino135kcal20,5g5,2g2,3g2,3g0,1g56mg
Filé mignon143kcal21,8g5,6g2,9g1,9g0,2g55mg

Fonte: Tabela Brasileira de Composição de Alimentos - TACO, 2011



 


NOTÍCIAS

 

 

Desenvolvido por Br3 comunicação.