top of page
Buscar
  • Foto do escritorSemana do Pescado

Brasil: exportações da piscicultura aumentam 3% no segundo trimestre do ano

Reação à leve queda verificada nos preços da tilápia no mercado interno



As exportações brasileiras de produtos da piscicultura aumentaram seu faturamento em 3% no segundo trimestre de 2023, com US$ 6 milhões negociados. Apesar de pequeno, o aumento pode indicar uma reação à leve queda verificada nos preços da tilápia no mercado interno nos últimos meses. De acordo com a Embrapa e a Peixe BR (Associação Brasileira de Piscicultura), isso não foi suficiente para superar os volumes de 2022. No acumulado de janeiro a junho, as exportações recuaram 16% comparando-se com o mesmo período do ano passado.


A análise mensal das exportações indica que em maio ocorreram as maiores vendas do segundo trimestre, atingindo US$ 2 milhões. Considerando todo o semestre, janeiro foi o mês mais importante, com faturamento de mais de US$ 2,2 milhões.


Filés frescos ou refrigerados se destacam em crescimento: com relação às categorias de produtos exportados, os filés frescos ou refrigerados continuam como destaque nas exportações da piscicultura brasileira. No segundo trimestre, representaram 60% do total exportado, totalizando US$ 3,6 milhões e ultrapassando os peixes inteiros congelados (US$ 1,6 milhão), que apresentaram um recuo de 4%.


O crescimento das vendas de filés frescos indica uma retomada deste que foi, até 2020, o principal produto da pauta de exportação da piscicultura brasileira. É importante lembrar a boa reputação do filé fresco de tilápia do Brasil no exterior, sendo considerado um produto premium. A análise mensal das exportações indica que em maio ocorreram as maiores vendas do segundo trimestre, atingindo US$ 2 milhões. Considerando todo o semestre, janeiro foi o mês mais importante, com faturamento de mais de US$ 2,2 milhões.


Tilápia

A tilápia Representou 91% do total exportado no segundo trimestre de 2023, a manteve sua posição de espécie mais exportada, com US$ 5,5 milhões.


Os Estados Unidos seguiram como o principal parceiro comercial das exportações da piscicultura brasileira no segundo trimestre de 2023, com importações no valor de US$ 5,2 milhões (86% do total exportado). A Colômbia foi o segundo principal importador no período, com US$ 218 mil, representando 4% do total.


O filé fresco ou refrigerado foi o produto mais exportado para os Estados Unidos (US$ 3,6 milhões). Já as exportações para a Colômbia se concentraram em peixes inteiros congelados, totalizando US$ 218 mil; esse produto foi também o segundo mais exportado para os Estados Unidos (US$ 1,3 milhão), porém com recuo de 20% comparando com o primeiro trimestre.


Com informações Embrapa e Peixe BR Foto: Arquivo/Canal do Boi


7 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page