top of page
Buscar
  • Foto do escritorSemana do Pescado

Cuiabá planeja lançar programa inédito de incentivo a piscicultura


O modelo adotado é inédito e atenderá o setor da agricultura familiar.

Reuniram-se na manhã desta segunda-feira(12), o secretário municipal de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Francisco Vuolo, juntamente com o Presidente da Associação Brasileira da Piscicultura – PEIXE BR, Francisco Medeiros, para tratarem de um novo programa de incentivo a agricultura familiar ligada diretamente ao setor do peixe.

Na ocasião foram discutidas estratégias e novos modelos de produção baseados em eficiência, custo e produtividade.


Para o secretário Vuolo, a ação complementa um dos pilares importantes definidos no programa “Agro da Gente” e possibilitará a qualificação técnica adequada na produção de peixes de cultivo, adequação da infraestrutura e fomento para o desenvolvimento agroindustrial da capital Cuiabá.


Segundo o presidente da Peixe BR, Francisco Medeiros, com esta inciativa, Cuiabá estará na vanguarda dos projetos sociais destinados a cadeia da piscicultura. Modelo que será adotado ainda está em fase de estruturação, mas Medeiros garante que será o mais rentável para o produtor rural.


Quando o secretário me convidou para auxiliar na montagem de um modelo que seja realmente produtivo, levei em consideração todos os dados e pesquisas que temos na Peixe BR sobre aquilo que funciona e o que não funciona. Com isso, temos a certeza que Cuiabá terá o modelo mais adequado a produtividade e lucratividade, pois não podemos descartar os custos de produção. Isso foi um dos fatores decisivos na escolha do modelo certo. Outro ponto fundamental para fechar a conta é a espécie certa para cultivo, neste caso vamos adotar aquilo que o mercado consumidor pede e produzir onde há uma demanda reprimida. O produtor rural só tem a ganhar com isso.“, avalia Medeiros.


Programa de incentivo a piscicultura segue em fase de planejamento e deve ser implantado no início de 2023.

Não basta dar apenas o peixe, é preciso ensinar a pescar. Nós estamos muito confiantes nos resultados que o Agro da Gente tem proporcionado desde a sua implantação. Pois a nossa intenção sempre foi de dar autonomia ao produtor rural, dar o conhecimento técnico especializado e literalmente ensiná-lo a como produzir da forma correta e obter lucro com isso. Foi assim no hortifruti, no leite e agora estamos estendendo a piscicultura.“, explica Vuolo.


Programa de incentivo a piscicultura prevê capacitações, adequação da infraestrutura e acompanhamento técnico.



3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page