Semana do Pescado tem ações por todo o Brasil em seus primeiros dias

Semana do Pescado tem ações por todo o Brasil em seus primeiros dias

02 de setembro de 2019

Iniciada no último domingo, a 16ª edição da Semana do Pescado prosseguirá até o dia 15 de setembro com a intenção de incentivar a comercialização de todos os itens de pescado (peixes, moluscos e crustáceos) no varejo e food service. E, para isso, uma série de ações estão sendo realizadas. 

Além das promoções preparadas pelo varejo, a Semana do Pescado também tem uma série de eventos realizados com o intuito de estimular o consumo da proteína, sendo organizados por diferentes entidades do setor, como universidades e institutos de pesquisa, além de grupos produtores de pescado. 

Alguns eventos focados na divulgação do conhecimento sobre o setor e organizados pelo Instituto de Pesca, órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, são alguns dos destaques dessa primeira parte da Semana do Pescado.

Na próxima quarta-feira, o órgão realizará em Santos uma roda de conversa sobre PENACOS – Peixes não Convencionais -, com a presença de chefs, jornalista especialista na área de pescado e pesquisador científico para conversar com o público sobre as espécies que não são muito utilizadas e conhecidas, estratégias para divulgar e aumentar seu consumo bem como do pescado em geral.

"Vamos mostrar ao consumidor que temos uma gama de espécies, que são pouco exploradas do ponto de vista do consumo, pois são desconhecidas do consumidor. O marketing em geral exalta muito o salmão, o atum, o linguado, que são produtos muito bons, mas bastante caros. Enquanto isto, temos espécies como cabrinha e espada, dentre outras, de custo muito mais acessível, mas que o público em geral não conhece e não se sente seguro para consumir. Queremos evidenciar estas espécies locais e popularizá-las, para que mais gente possa consumir mais pescado, com custo mais acessível", explica Rúbia Yuri Tomita, pesquisadora científica do Laboratório de Tecnologia do Pescado do Instituto de Pesca.

Em Paulo Afonso (BA), será realizada desta segunda-feira até sexta a 11ª Semana de Engenharia de Pesca (SEPA). O evento é organizado por estudantes do curso de Engenharia de Pesca da Universidade do Estado da Bahia. A SEPA busca atrair pesquisadores, empresários, profissionais e estudantes da área bem como os demais interessados para troca de conhecimentos. O evento tem por finalidade abordar novas tecnologias que englobem a Engenharia de Pesca com outras áreas e o que há de mais relevante e atual na área da pesca. 

Em Londrina, o Peixe Vivo será realizado entre segunda e sexta-feira. Organizado pela FAMEP (Federação das Associações de Moradores do Paraná), o evento terá artesanato, área kids, aquários e comidas típicas de peixe.

No interior paulista, o campus da Unesp de Registro vai receber a comunidade e escolas da Região do Vale do Ribeira de segunda até quarta-feira para apresentação de atividades desenvolvidas no curso de Engenharia de Pesca.

Em Castanhal (PA), começará no próximo sábado o Acquapará 2019. O evento faz parte da programação da a 51ª edição ds Expofac, a Feira Agropecuária de Castanhal, sendo organizado pela Agropesca Pará Consultoria LTDA e o Sindicato Rural de Castanhal.

Já no início da próxima semana, na segunda-feira, a equipe do projeto de extensão "Formação de Multiplicadores em Aquicultura na Região Oeste do Pará" da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), em Santarém, promoverá atividades voltadas ao estímulo do consumo de pescado como alimento pela população na região. O evento faz parte do V Salão de Extensão da Ufopa.

"A realização da Semana do Pescado é uma iniciativa importante e não a vemos apenas como uma campanha de aumento de consumo no sentido comercial. Entendemos que é um momento de evidenciar o pescado como alimento importante, saudável, que tem tudo para crescer", conclui Rubia.


Confira a programação completa da 16ª edição da Semana do Pescado e o mapa com os eventos já agendadoshttp://www.semanadopescado.com.br/#programacao

NOTÍCIAS

 

 

Desenvolvido por Br3 comunicação.