Seminário e pesquisa ajudam a entender o consumidor de pescado

Seminário e pesquisa ajudam a entender o consumidor de pescado

18 de setembro de 2019

Realizada com o intuito de incentivar a comercialização de todos os itens de pescado (peixes, moluscos e crustáceos) no varejo e food service, a Semana do Pescado também age em outras frentes para aumentar o consumo dessa proteína. E uma delas é compreender como o público vê o pescado e como é possível para atraí-lo a tornar o alimento uma rotina no dia-a-dia da população.

Por isso, algumas iniciativas estão sendo realizadas para compreender o consumidor e estimulá-lo. Uma delas será realizada na próxima segunda-feira. Na sede da Fiesp, em São Paulo, acontecerá o seminário "Semana do Pescado: o perfil, os comportamentos de compra e as tecnologias em uso pelo consumidor moderno de alimentos."

Roberto Kikuo Imai, diretor titular adjunto do Departamento de Agronegócio (Deagro) da Fiesp, destaca dois aspectos que reforçam a importância do evento. O primeiro é ampliar o conhecimento do consumidor sobre o pescado. E outro é a necessidade de lidar com a informação em um mundo dinâmico e em transformação.

"Comparativamente com outras proteínas, o conhecimento que o consumidor final tem sobre o pescado é muito menor do que ele tem com o bovino, aves e suínos.  Além disto, com a velocidade e muitas vezes pouca confiabilidade das informações no mundo atual pode melhorar ou diminuir o interesse deste consumidor na compra de pescados. Entender um pouco melhor o que leva a decisão de compra e como acessar nosso público alvo é um desafio e este seminário tentará esclarecer algumas destas questões", diz. 

O evento é organizado pelo Deagro da Fiesp e tem como objetivo discutir como se adaptar ao processo de transformação dos hábitos de consumo de alimentos provocado pela conectividade e pelas imposições da vida moderna.

A mesa do evento será composta por Roberto Ignacio Betancourt, diretor titular do Deagro da Fiesp, Imai e Márcio Milan, superintendente da Associação Brasileira de Supermercados, a Abras.

Imai aponta quais são os principais objetivos do seminário. "Fazer um encontro com a presença de todos os elos da cadeia produtiva da pesca e da aquicultura e entender como podemos potencializar o nosso diálogo com nosso consumidor.  Além de uma evento informativo, o net working entre os participantes é fundamental para o sucesso do evento, buscar sinergias e complementaridades é sempre uma meta a ser batida", afirma.

PAINÉIS - No painel "O Novo Shopper", mediado por Antonio Carlos, gerente do Deagro, Renato Dolcci, Renato Dolci, especialista em Data Science e transformação digital, e que realiza pesquisas sobre comportamento online, algoritmos para análise de dados, adressable advertising, CRM e Big data, falará sobre "O impacto social da internet".

Já "Quem é e o que quer este novo consumidor?" será a temática da fala de Fátima Merlin, sócia fundadora da Connect Shopper. Ela é master business em marketing pela FIA, economista, especialista em varejo, comportamento do consumidor e shopper.

Mediado por Milan, O painel "Os Novos Canais" terá três falas. "Informação para o consumo: Big Data e as novas mídias" será o tema de Claudio Luiz Bruno, evangelizador e especialista em Análise de Mídia da Cortex. João Carvalho, CEO da Hands Data Driven Mobile Experience, apresentará "Smartphones: a compra em trânsito". E o terceiro vai ser sobre aplicativos de comida, com o palestrante ainda a ser confirmado.

O último painel do evento será "Ferramentas facilitadoras", sendo mediado por Imai. Nele, José Borbolla, coordenador dos cursos de Data Science e Data Analytics da Digital House, falará sobre " Data Science e Machine Learning". Criptomoedas será a temática de Fernando Barrueco, CEO da Bolsa de Criptomoedas de São Paulo (Bomesp). E o marketing digital será abordado por Gerson Ribeiro, Co-Founder e diretor executivo da Vitrio, agência de marketing digital full service

PESQUISA PROSSEGUE - Em outra iniciativa interessante para entender melhor os hábitos de consumo do pescado pelos brasileiros, a organização da campanha realiza uma pesquisa para conhecer um pouco mais sobre o perfil do consumidor de peixes e frutos do mar do Brasil. O período para respondê-la se encerrará na próxima sexta-feira.

Através de um formulário digital, a Semana do Pescado pretende identificar as preferências da população e entender o que pode ser feito e melhorado para aumentar o consumo nacional. A pesquisa é online, de múltipla escolha e rápida. Para acessá-la, clique aqui

NOTÍCIAS

 

 

Desenvolvido por Br3 comunicação.