top of page
Buscar
  • Foto do escritorSemana do Pescado

Bacalhau e tainha em queda enquanto preço de tilápia e camarão sobe na Grande BH

Durante a quaresma, o consumo de peixes aumenta entre a população, por isso o Mercado Mineiro realizou um levantamento dos preços

crédito: Jair Amaral/EM/D.A Press


No período da quaresma, normalmente vários consumidores optam pelos pescados. O site de pesquisas MercadoMineiro e o aplicativo comOferta levantaram os preços de peixes frescos, camarão e bacalhau nas principais lojas do Mercado Central, supermercados e peixarias da Região Metropolitana de Belo Horizonte. A pesquisa foi realizada entre os dias 7 a 9 de fevereiro.


O trabalho compara os preços médios de fevereiro de 2023 com fevereiro de 2024. O bacalhau porto imperial, que custava em média R$ 196,43, caiu para R$ 183,31, queda de 6,68%. Já o bacalhau saithe sofreu uma redução de 11,79% -custava em média R$ 83,32 e passou a R$ 73,50. O camarão sete barbas pequeno subiu de R$ 51,93 para R$ 55,55, aumento de 7%.


O quilo do filé de surubim, que custava em média R$ 60,80, foi para R$ 71,68, um aumento de 17,89%. O quilo de piratinga, que custava em média R$ 27,41, subiu para R$ 30,15, aumento de 10%. O quilo do tambaqui subiu de R$ 27,80 para R$ 28,91, aumento de 4%.

O quilo do filé de tilápia saiu de R$ 46,32 para R$ 48,92, reajuste de 5,60%. O quilo do dourado passou de R$ 44,93 para R$ 49,93, aumento de 11%. O quilo da corvina custava R$ 23,79 e pulou para R$ 25,61, diferença de 7,66%. O quilo do cascudo caiu 10,17%, o preço médio era de R$ 24,72 e foi para R$ 22,21. O quilo da tainha caiu de R$ 31,23 para R$ 26,40, redução de 15,47%.


4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page